Edição Virtual do International Journal of Nursing Knowledge sobre a integração NANDA-I, NIC e NOC (NNN) nos Registros Eletrônicos de Saúde (RES)
NANDA International





Temos o prazer de anunciar o mais novo "Número Virtual" do International Journal of Nursing Knowledge (IJNK)! Clique aqui para ver.

Números virtuais são coleções de artigos publicados no IJNK concentrados em determinados assuntos. Os artigos são selecionados por um editor convidado e apresentados com o resumo e insights do editor.

Este número concentra-se no assunto da integração de NANDA -I, NIC e NOC (NNN) nos Registros Eletrônicos de Saúde (RES), e inclui seis artigos selecionados pela Dra Gail Keenan, editora convidada e Membro do Conselho da NANDA International, Inc. O número começa com comentários e resumos dos artigos feitos pela Dra Keenan. Todos os artigos são gratuitos para leitura – não é necessário login de assinante.

Introdução ao Número Virtual
pela Editora do Periódico, Dra Jane Flanagan
Enquanto eu me preparava para esta segunda edição virtual, que concentra-se na integração NANDA-I NIC e NOC (NNN) nos Registros Eletrônicos de Saúde (RES), revisei duas décadas de artigos para determinar quais melhor captaram o desenvolvimento, crescimento e uso de NNN nos RES. O que me impressionou enquanto eu revisava os artigos, em primeiro lugar no International Journal of Nursing Terminologies and Classifications e, posteriormente, no International Journal of Nursing Knowledge, foi o compromisso permanente daqueles que se dedicam ao crescimento, desenvolvimento e uso de NNN. Também foi lembrado que o uso de computadores em enfermagem tem crescido exponencialmente ao longo destas duas décadas.

O uso de sistemas informatizados para qualquer finalidade em enfermagem ainda estava sendo discutido na década de 1990 e não verdadeiramente realizado até os últimos anos, como fica evidente pelos artigos escolhidos para este número especial. Os primeiros estudos realizados por Harvey (1993), Coenen et al (1995) e Moorhead & Delaney (1997) selecionados para este número não eram realmente sobre os RES, mas foram os precursores necessários aos estudos de Delaney et al (2000), Klehr et al (2009) e Keenan et al (2012).

No que parecia ser um rápido avanço para o futuro em termos do uso dos RES, de 1993 até o presente, Keenan et al (2012) testaram o Sistema Automatizado de Dados de Enfermagem Hands-on (HANDS) para determinar se este sistema de RES apoiaria um processo de plano de cuidados padronizado, ágil e significativo a ser utilizado por enfermeiros em diferentes contextos. O HANDS incorporou a linguagem de enfermagem padronizada NNN. Sem todo o trabalho preliminar dos muitos que contribuíram para NNN ao longo dos anos, esse tipo de estudo seria impossível.

Enquanto você lê os artigos escolhidos para este número virtual, acredito que também será lembrado do tempo antes do computador e sua introdução na enfermagem. Nosso crescimento em relação ao uso do computador para o desenvolvimento da linguagem de enfermagem padronizada tem sido rápido. O uso crescente generalizado dos RES continuará a impactar muito nossa capacidade de comunicação com os outros enquanto enfermeiros, pois estaremos falando a mesma língua em termos de avaliação e NNN. Esse desenvolvimento nos ajudará a perceber o objetivo da enfermagem de melhorar a saúde de todas as pessoas mundialmente.


Dra Jane Flanagan
Editora
International Journal of Nursing Knowledge


© NANDA International, Inc. All Rights Reserved
Quick Jump Menu